Marcadores

Acrósticos (51) Pílulas (49) Homenagens (20) Desabafos (15) Sonetos (15) Mulheres (12)

O Que Este Poeta Está Lendo?

quarta-feira, 13 de março de 2013

Soneto de Abandono

Não me importa tudo que você me dá,
Se quando meu coração te precisa, não esta lá.
Não me diga o que faz por mim,
Pois tudo que é fútil uma hora tem fim.

Não quero que me estufe o estomago,
Levando-me ao vazio de coração.
Não quero raízes de amargura no meu âmago,
E ostentar em minha fronte grande desolação.

Vens-me fazendo que contigo não me importe,
Eu gostaria de te falar da minha tristeza e dor,
Sem ouvir em troca seu tom repressor.

Dói-me quando às vezes lhe desejo a morte.
Não me digas que na vida mãe só há uma,
Pois sinto como se não tivesse tido nenhuma.

12 de Março de 2013
O Filho Perdido

2 comentários:

  1. Garoto,você tem talento,escreve com a alma...invista nesse dom divino que Deus te deu!!!

    Palavras intensas e sempre bem colocadas!!!

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, as vezes só as tuas palavras me levam um pouco de conforto ao coração.

      Excluir