Marcadores

Acrósticos (51) Pílulas (49) Homenagens (20) Desabafos (15) Sonetos (15) Mulheres (12)

O Que Este Poeta Está Lendo?

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Morena

Magnificência maravilhosa e magnânima,
Orbe de ébano astral e vivificante.
Razão das minhas paixões, doces suspiros,
Esperança de liberdade, beleza e amor.
Nascente santificada pelo sopro divino,
A musa perfeita para todos os poetas.

30 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Tua Imagem

Balsamo do meu triste coração,
Esperança para minh’Alma.
Louvar-te é minha paixão,
Amada querida de minh’Alma.

29 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

Agora

Não consigo mais conter a dor,
Toda minha existência é sofrer.
Já não mais creio no amor,
E tão pouco quero mais viver.

29 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

Love

Levado embora foi da minha vida
Os anos passam e eu definho.
Velada esta sendo meu coração,
Enquanto minha alma padece.

29 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Beatriz

Para Srta Buh

Aberto meu coração está para ti.
Magia divina em minha vida,
Impossível não te amar.
Grato eu sou, por tua existência,
Amiga, irmã, companheira amada.

26 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

Natal

Não tenho vontade alguma de celebrar,
A grande mentira do capitalismo,
Tresandar os corações frágeis, manipular,
Alienar e controlar são seu idealismo,
Letárgica é sua intenção de amar.

26 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

Dança Amorosa

Desnudos frente a frente estamos,
Adentramo-nos um ao outro em amor.
Não somos mais dois, apenas um ser,
Inseparáveis em perfeito amor e gozo.

25 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

Incessante

Desejo ter-te por completo,
Arde em mim o fogo da paixão.
Não sabes o quanto te quero,
Incessante é o meu pensar em ti.

25 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

Descoberta

Dentro delas finalmente estou,
Acalentado, e prazerosamente fortalecido,
Nádegas virgens, que até hoje, eram,
Intocadas, e agora são somente minhas.

25 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

domingo, 25 de dezembro de 2011

Desejo

Dona dos mais afagantes,
Acalentadores, e balsâmicos toques.
Nênia das minhas dores e tristezas,
Imperatriz do meu coração.

25 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

Um Momento

Degustar teus doces lábios,
Acariciar teus belos seios,
Navegar entre tuas coxas,
Imagino se há maior beleza.

22 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

Dádiva

Viagem mágica e apaixonada,
Abençoada e santificada,
Geratriz de gozo e paz,
Imensurável é teu poder,
Nenhuma outra tem teu dom,
Amada da minh’alma.

22 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

sábado, 24 de dezembro de 2011

Thais

Talvez esta não seja a melhor
Homenagem que receberá,
Apenas saiba que deste poeta
Intenções más não havia,
Somente a de te honrar.

Aniversários vêm e depois passam,
Nulas são as convenções sociais,
Todavia, celebre a vida, celebre hoje,
Uma vez que ela é passageira e vã.
Nenhuma felicidade verdadeira
Existe nela, exceto aquela, que,
Sobrevive ao tempo, em seu coração.

24 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

domingo, 11 de dezembro de 2011

Aprovação

Aprovação ou Reprovação?
Uma constante sem noção.
Um caminho por Reconhecimento,
Que não trará um bom sentimento.

11 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Segredo

Dentre todas as musas,
Aquela por quem suspiro,
Nunca soube sequer, dos mais,
Ínfimos, desejos deste coração.

06 de Novembro de 2011
O Filho Perdido

Uma Alegria

De frente ao teu sorriso,
Aspergido foi meu coração,
No doce sonho, talvez,
Irrealizável, de que me ame.

06 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido

ETESP

Este foi um grande sonho,
Todas as suas emoções,
Estiveram em minha vida, mas,
Somente eu, agora estou aqui,
Porém com o tempo, todos se foram.

06 de Dezembro de 2011
O Filho Perdido