Marcadores

Acrósticos (51) Pílulas (49) Homenagens (20) Desabafos (15) Sonetos (15) Mulheres (12)

O Que Este Poeta Está Lendo?

sábado, 2 de janeiro de 2016

Soneto Sobre o Medo de Recomeçar

Aceite que os medos trovejem,
Que acharas tua coragem,
Mesmo que não seja a maior,
Tua luz brilhara com forte ardor.

Unindo rimas já quebradas,
Buscando todas as respostas,
A maravilhosa luz do dia,
Aurorar-se a como um guia.

Tente definir a eternidade,
De onde nasceu tua humanidade.
Desta vez não serás igual,

Mesmo que se erga o mal.
No meu coração você ainda vive,
E imaculável ainda persiste.

02 de Janeiro de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário